CLIPÉS - Clínica integrada de prevenção e tratamento dos pés
Clique aqui para voltar à página inicial Clique aqui para nos enviar um e-mail
Clínica integrada de prevenção e tratamento dos pés
  Quem Somos Serviços Atendimento Social Homecare dos Pés Cursos Instalações O Pé Diabético

Cursos

Curso de Pós-Graduação Lato Sensu de Podiatria Clínica, Prótese e Órtese de MMII

1) O que agrega esta especialidade?
2) A especialidade tendo como público alvo o enfermeiro e o fisioterapeuta não poderão causar duplicidade nas competências destes dois profissionais?

 

1) O que agrega esta especialidade?

R: Ao enfermeiro: o enfermeiro podiatra é o especialista da área de saúde voltado para os cuidados dos pés, incorporando conhecimentos de anatomia, fisiologia, biomecânica e enfermidades dos pés. A podiatria é uma especialidade que por desenvolver um conhecimento técnico - científico bem especifico, torna este profissional singular. Nenhum outro profissional possui este conhecimento. O enfermeiro é um profissional autônomo e esta especialidade o instrumentaliza para exercer de fato esta autonomia.

Ao fisioterapeuta: é uma especialidade que vai lhe instrumentalizar para preencher uma laguna existente entre os especialistas da área de saúde que o ortoprotesista, também, conhecido fora do nosso país como ortesista ou protesista.

-- Topo --

 

2) A especialidade tendo como público alvo o enfermeiro e o fisioterapeuta não poderão causar duplicidade nas competências destes dois profissionais?

R: Não, pois o curso terá focos diferentes, em respeito à formação de cada um desses profissionais.

O enfermeiro desenvolverá o seu olhar para a avaliação voltada para o cuidar e o fisioterapeuta desenvolverá seu olhar para a avaliação voltada para o indicar . Ambos tendo como função comum identificar indícios que possam comprometer a habilidade funcional do indivíduo

O estágio está dividido em prática básica e avançado.

Consideramos prática básica para o enfermeiro a incorporação das técnicas podiátricas e a avaliação clínica do paciente com problemas podiátricos. Para isto vamos introduzir o estudo biomecânico dos pés e pernas. Esta etapa será desenvolvida na clínica de podiatria sob a supervisão e orientação do enfermeiro podiatra.

O fisioterapeuta com prática básica terá as técnicas de adaptação funcional e confecção de prótese e órteses dos MMII, permitindo com isto estabelecer recursos de prevenção e tratamento dos pés e pernas. Esta etapa será desenvolvida em uma oficina ortopédica sob a supervisão e orientação do fisioterapeuta ortoprotesista.

No estágio avançado os campos serão invertidos. O enfermeiro acompanhará o trabalho do fisioterapeuta ortoprotesista na oficina ortopédica, permitindo-o conhecer os materiais e as etapas de confecção destes dispositivos ortopédicos e o fisioterapeuta acompanhará o trabalho do enfermeiro podiatra na clínica podiatrica, permitindo-o conhecer os cuidados desenvolvidos por este especialista.

Esta vivência de ambos proporcionará a interação clinica no tratamento do paciente.

-- Topo --